Papa Francisco recorda palotinos assassinados na Argentina

   No dia 04 de julho os palotinos fizeram memória dos 40 anos do massacre de São Patrício: três padres e dois seminaristas foram assassinados em Buenos Aires. O Papa Francisco enviou uma mensagem à comunidade palotina por motivo desta ocasião, lida pelo Pe. Jeremías Murphy, SAC, em missa celebrada pelo Cardeal Mario Aurélio Poli, na Paróquia São Patrício, no Bairro de Villa Urquiza da capital argentina. Os sacerdotes Alfredo Leaden, Pedro Dufau e Alfredo José Kelly, e os seminaristas Salvador Barbeito e Emilio José Barletti, todos palotinos, foram atingidos por disparos em 4 de julho de 1976 na casa paroquial onde viviam.

   Leia abaixo a íntegra da mensagem do Papa Francisco:

"Recebi seu pedido para unir-me com breves palavras à missa que se celebrará em recordação dos Servos de Deus Alfredo Leaden, Pedro Duffau, Alfredo Kelly, Salvador Barbeito Doval e Emilio Barletti, no 40° aniversário de suas mortes.

 

Conheci pessoalmente o Padre Alfie Kelly. Um sacerdote que somente pensava em Deus e, como sabes, acompanhei sua tragédia com sentido de fé, pois esta é a chave de sua vida e também de sua morte.

Fazer memória destes testemunhos pode ser um estímulo para todos nós; nos apresentam uma vida entregue, esquecida de si mesmo; que, como no servidor do Evangelho, busca estar onde está seu Senhor, entre os últimos.

Que o Senhor Jesus, que os chamou a esta vocação, os abençoe e a Virgem Maria os proteja".

Francisco

Cidade do Vaticano, 04 de julho de 2016

Assista abaixo o documentário "4 De Julio La Masacre De San Patricio", que conta a história dos palotinos mortos há 40 anos em Buenos Aires.
Site oficial sobre o massacre de São Patrício: http://www.palotinos4dejulio.com.ar/

©2020. Palotinos. Província São Paulo Apóstolo.